A nossa segunda missão á Guiné

guine

O lema dos Lazy Millionaires é : Disfrutar a vida e fazer a diferença.

Vou-lhe mostrar um video resumo da nossa segunda missão á Guiné Bissau, apesar de termos a noção que fomos uma única gota no oceano, tenho a certeza que fizemos a diferença.

Nunca mais me vou esquecer da rapariga (nem sei se tinha 18 anos) com um bebé ao colo que nos veio pedir ajuda, numa altura que tinhamos parado a caravana para descansar um pouco e visitar um marco histórico da presença dos portugueses.

Não tinha absolutamente nada que dar ao seu bebé, a sua mama tinha secado e estava a dar agua com sumo de limão !

Água com sumo de limão !

Fomos imediatamente buscar leite em pó e roupas para o bebê, leite que lhe vai dar para vários meses.

É nestes e muitos outros momentos que agradeço a Deus tudo aquilo que tenho , e por poder ter feitos todos aqueles infindáveis quilômetros e estar no outro lado do mundo e ter ajudado aquele bebé.

Não consigo fazer a diferença no mundo mas fico eternamente agradecido por ter conseguido fazer a diferença na vida deste bebé.

Dar de volta aquilo que o universo nos agraciou é algo maravilhoso e sem explicação.

Vou deixar-te com este video, espero que te inspire !

 

 

Levamos 6 ambulancias , 6 carrinhas e um carro ligeiro , uns comprados pelos lazys outros oferecidos por corporações de bombeiros, pela câmara municipal de Pombal.

Cheias de material hospitalar, roupa , sementes, farinha, arroz , leite em pó, brinquedos, etc.

Mandamos ainda um contentor cheio com o que não conseguimos carregar nos carros.

Viajamos 5.000 kms deste Portugal até a Guiné Bissau e mais 2000 kms dentro da guiné para conhecermos as instituições onde entregamos em mãos tudo aquilo que levamos, incluindo os carros.

Viemos somente com a roupa que tinhamos no corpo, cansados, orgulhosos, felizes mas sabendo que significamos apenas uma gota no oceano comparado com o que aquele povo precisa.

Quero agradecer ao meu amigo Rui Gabriel que me inspirou com a sua visão da criação do grupo de ação social dentro dos Lazys e que percebeu que precisávamos da ajuda certa e fez juntar a nossa visão (sim porque de imediato me juntei a visão do Rui Gabriel) um casal maravilhoso que é o Nuno Rebocho e a Rita Cerejo.

São eles os heróis desta história , foram eles que trabalham incansavelmente para organizar esta missão.

Quando tens uma visão enorme , quando sonhas com algo grandioso o mínimo que pode acontecer é atraíres pessoas muito melhores que tu e que se apaixonam pela tua visão , fazem dela a sua visão e engrandecem-na a dimensões que nem tu alguma vez imaginaste possível atingir.

É essa a magia do trabalho em grupo, é essa a magia de atraíres para a tua vida pessoas muito melhores do que tu, é essa a a magia de juntar muitas forças com um único propósito, é essa a magia de juntares pessoas que têm um sonho poderoso, que não se deixam derrotar por aqueles se só sabem criticar e fazem as coisas acontecer !

Este video é um hino aos sonhadores fazedores !

 

Obrigado João Gabriel pelo carinho de teres colocado esta história em imagens para que possamos inspirar o mundo a ser solidário !

3 Comments on “A nossa segunda missão á Guiné

  1. Obrigado silvio Fortunato obrigado a todo quantos tiveram arrojo, a coragem, pela beleza, deste video e por tanta alegria que foram dar aquelas criança, é impossível não deixar-mos que umas teimosas lágrimas nos molhem o rosto, só quem não sabe o grande valor que o vosso feito é para aquelas crianças e não só. Obrigado, BRAVOS MENSAGEIROS. Bem ajam. Mais que uma mão estendida
    mais que um belo sorriso
    mais do que a alegria de dividir
    mais do que sonhar os mesmos sonhos
    ou doer as mesmas dores
    muito mais do que o silêncio que fala
    ou da voz que cala, para ouvir
    é, a amizade, o alimento
    que nos sacia a alma
    e nos é ofertado por alguém
    que crê em nós.

    • Manuel cada vez que vejo o video não consigo evitar umas lagrimas também , foi muito forte o que vivemos lá e que nos dá sempre vontade de voltar e fazer mais e melhor, mas sabes os verdadeiros bravos são os voluntários das instituições a que nós fomos, simplesmente avassalador, são pessoas muito especiais para fazerem do voluntariado a vida delas, conhecemos voluntários que estão a décadas lá, ganhei um respeito muito grande por essas pessoas

  2. Parabéns Grande iniciativa grande Coração para ajudar os que mais necessitam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *